LANÇAMENTO DO LIVRO "A MENTE EMPRESARIAL E DEVOCIONAL DE CRISTO" – Me propus a escrever este livro para esclarecer as diversas perguntas que a maioria dos empresários cristãos fazem, quando recebem a Jesus Cristo como seu pessoal Salvador. Como eles são bombardeados por centenas de falsos profetas e “crentes espertos” pidões, passam a viver uma verdadeira confusão quando à sua fé e o comportamento da maioria dos crentes de sua comunidade; como eles ainda não têm base bíblica para viver entre os seus ideais profissionais e a sua fé, desistem. Logo, os pastores precipitadamente os conclamam para uma “consagração ministerial”, quer como diáconos quer como presbíteros, a fim de aprisioná-los à congregação. Assim, os empresários cristãos não são pastoreados, são adulados, especialmente pelos pastores despreparados que se auto proclamam ministros do evangelho. Mas, isso é ilegal diante de Deus, pois eles deixam de labutar como reis para atuarem como sacerdotes, sem terem chamados para tal função. 
Então, eu resolvi mostrar neste livro os diversos temas empresariais que o nosso Senhor ministrou em cada parábola. Cada parábola trada de um tema empresarial e devocional na vida de quem quer ser um empresário bem sucedido. A leitura deste livro mudará a história do empresário e da sua empresa. Na parábola do mercador ensinei como devemos negociar o terreno e não somente o tesouro. Na parábola da grande Ceia ensinei que Deus não precisa dos bois das nossas juntas, nem dos vegetais do nosso campo. Ele faz o banquete sem os nossos dízimos e sem as nossas primícias, e ainda nos convida para que sejamos envergonhados por causa da nossa avareza; na parábola do rico louco, ensinei que ninguém pode viver de uma única colheita e que são necessários vários depósitos para armazenar as nossas colheitas a fim de serem distribuídas com segurança; que Deus nos dá a terra para abençoarmos a nossa comunidade, e não apenas para encher o nosso bolso. Na parábola do joio e do trigo, ensinei da importância da segurança; na parábola da centésima ovelha, ensinei que nem todos os funcionários que se vão estão errados, eles levam um segredo aos quais devemos trazê-los de volta, e que o perdão faz parte do crescimento da empresa; na parábola do mordomo considerado infiel, ensinei que o desconto deve ser aplicado em determinados casos, mas não para todos. Assim, discorremos sobre todos os detalhes de uma empresa segundo os ensinos de Cristo. São 42 parábolas explicadas devocional e empresarialmente. Você quem sabe se leva ou deixa.

A Mente Empresarial e Devocional de Cristo

$35,00Preço

    © 202o por Dr. Aldery Nelson Rocha. Imagens Elício Garcia - Desenvolvido por Ozaki Digital Agency